Bullying causas e conseqüências

Bullying, este assunto vem pedindo cada vez mais a atenção das pessoas, pois a cada dia que passa fica mais sério. Em outro artigo nosso falamos sobre o que é…

Bullying causas e consequencias

Bullying, este assunto vem pedindo cada vez mais a atenção das pessoas, pois a cada dia que passa fica mais sério. Em outro artigo nosso falamos sobre o que é bullying, e os tipos existentes. Neste artigo vamos considerar as causas e as conseqüências para as vítimas. Segundo especialistas, muitas podem ser as causas que levam uma criança ou jovem a cometer bullying. Por exemplo:

- Reflexo do temperamento impulsivo e agressivo da criança.
- Preconceito, inveja e ciúme
- Medo de virar piada e ser o alvo da rejeição
- Egocentrismo, falta de sensibilidade e desejo de atenção
- Ambiente familiar ruim
- Nunca receber a orientação de não maltratar
- Baixa auto-estima
- Desejo por controle e poder

As conseqüências para as vítimas muitas vezes são:
- Medo, ansiedade e estresse
- Baixa auto-estima
- Queda no rendimento escolar
- Síndrome de pânico
- Se juntar a gangues ou grupos de ódio para se sentir aceito
- Automutilação para aliviar a dor causada pelo sofrimento emocional
- Buscar conforto nas drogas
- Necessidade de vingança
- Suicídio
É muito importante prestar bastante atenção nos seus filhos, observar o comportamento deles. Neste caso, identificar rápido quando seu filho esta com problemas na escola vão evitar conseqüências mais graves. Se o seu filho apresenta, desinteresse pela escola, transtorno do pânico, depressão, anorexia, bulimia, fobia escolar, fobia social e ansiedade generalizada. O caso pode ser ainda muito mais grave como: homicídio e suicídio. Especialistas explicam que o primeiro passo para evitar problemas é a orientação. Converse com seus filhos e os oriente para falar com um adulto assim que perceberem que as brincadeiras estão cada vez mais agressivas e freqüentes. Muitas crianças se fecham por causa das ameaças constantes, ou até mesmo, não contam aos pais para não causar uma decepção por estarem sendo frágeis. É por isso que é tão importante que os pais observem seus filhos de perto. Os pais devem manter uma relação de amizade e confiança com seus filhos. Devem ensiná-los a ter uma boa comunicação com seus professores e orientadores.

Insira seu endereço de e-mail abaixo e receba gratuitamente novos artigos por e-mail.